[Vamos ler um livro? - Opinião] A Viela da Duquesa | Sveva Casati Modignani

Sinopse
"Nápoles, 1910. Numa das muitas casas pobres da Viela da Duquesa, onde Rosa Avigliano vive com a sua numerosa família, surge de repente uma jovem mulher elegantemente vestida: ela quer que Rosa lhe prepare um feitiço para conquistar o amor do marido. Teresa, a mais velha das crianças Avigliano, fica boquiaberta perante tão extraordinária aparição. Imaginativa e sonhadora, ela gostaria de poder transpor os limites daquelas vielas sem ar e sem luz, onde viu morrer de miséria, de doença e de fome amigos, vizinhos e até um irmão mais novo. Aquela visitante misteriosa encarna aos seus olhos de rapariga tudo aquilo que até ali lhe foi vedado. Mas a bonita desconhecida não é tão feliz como Teresa imagina: a condessa Josepha Paravicini abandonara há alguns meses o seu castelo no Tirol, terra então austríaca, para casar com o príncipe Enrico Castiglia e se mudar para Nápoles, renunciando aos costumes, às pessoas que amava, às paisagens, aos aromas e à sua língua de infância. Tudo isto para vir a descobrir que o marido nunca a amara. Com o destino por cúmplice, nasce entre a princesa e a rapariga do povo uma ligação que as irá manter unidas durante toda a vida. Ambas atravessam o século que há pouco terminou, sofrem duas guerras mundiais, vivem os dramas da ditadura fascista e os tempos difíceis da reconstrução, empenhando-se na luta pelas reivindicações sociais e pela conquista do direito das mulheres à dignidade. 
Narrando as histórias pessoais destas personagens, marcadas por tragédias e paixões, Sveva Casati Modignani percorre todo o século XX num romance que exprime os pontos de vista dos humildes e dos poderosos. Este entretecer de vidas privadas e grandes eventos, propicia aos leitores páginas intensas que reconstituem com realismo o espírito de uma época e exaltam a força dos sentimentos e dos ideais."
Este livro transporta-nos para o início do Século XX, mais concretamente desde o ano de 1910 até ao final do ano de 1999.

Acompanhamos a vida de várias famílias, que o destino faz com que se cruzem de alguma maneira e continuam envolvidas durante quase um século,  de uma forma realista, envolvente e fascinante como só Sveva consegue fazer.
Acompanhamos algumas personagens desde crianças até à velhice.

Acompanhamos as suas vidas no meio da miséria, fome, morte, os governos, as greves, a crueldade, os comunistas, os fascistas, os abusos de poder, mas também a amizade e o verdadeiro amor. Senti na minha pele a dor das traições e desilusões das suas vidas, ainda mais quando essa dor partia por parte das pessoas em que as personagens mais confiavam.

Um livro apaixonante que nos arranca sorrisos e tristeza em igual dose. Em poucas folhas a história consegue dar completamente a volta e reviravoltas, aconteceu várias vezes quando pensei que já estivesse para acabar o livro, pois já tinha acontecido tanta coisa que o desfecho devia de estar próximo, via a quantidade de folhas que ainda faltava e ficava muito surpreendida. Que mais podia ainda acontecer? E que feliz eu ficava por ainda poder estar mais tempo na companhia destas personagens inesquecíveis. Comecei realmente a ficar mesmo triste quando vi cada vez mais as folhas a escassearem e vi que desta vez estava mesmo chegar ao fim.
A Viela da Duquesa fez-me pensar mesmo muito na humanidade, nas pessoas, na vida, no passado, na minha própria história, na história dos que já partiram, nas vidas daqueles que tiveram de passar por tudo aquilo, as grandes guerras, a tensão, o desespero, a fome, as doenças, as pessoas terem de se separar daqueles que mais gostam sem saber se irão voltar a ver-se, pais, filhos, irmãos, tios, sobrinhos, avós, netos, amigos, fez-me pensar pensar nos conflitos que continuam hoje em dia, nas mentiras, na ganância, mas também na compaixão, na honestidade, na alegria, na vontade de lutar, de dar as graças, um monte de sentimentos que vivi em todas aquelas páginas. Senti-me mesmo muito feliz, daquela maneira que só os livros nos fazem e fiquei completamente agarrada à história, com este livro aprendi muito e fez-me muita companhia.

Uma descrição fantástica da vida dos ricos, dos pobres, de como as suas famílias acabam por se envolver e como nada está garantido. Os sonhos e desabafos de personagens fascinantes que me deixam muita saudade, agora que acabei o livro.

Sem dúvida um dos melhores livros de Sveva Casati Modignani, e quem aprecia romances históricos relativos à Primeira e Segunda Guerra Mundial e tudo o que dai se deu, vai gostar muito dos relatos dos acontecimentos e do dia a dia das pessoas que viveram nesse tempo.

Acompanhar como as personagens crescem, se desenvolvem, mudam, amadurecem, como antes pensavam e agora passam a olhar para a vida, como enfrentam os seus problemas, as suas decisões, cada uma com personalidades completamente diferentes, os seus sonhos, as suas desilusões. 

Ler o excerto do livro aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑