[Vamos ler um livro? - Opinião] A Prenda | Cecelia Ahern


Sinopse
Todos os dias Lou Suffern, um arquitecto bem-sucedido de Dublin, travava uma batalha inglória com o relógio, na tentativa vã de responder às múltiplas solicitações profissionais, familiares e sociais. Vivia a um ritmo vertiginoso. O seu desejo de sucesso afastou-o do que era realmente importante na sua vida. E assim foram correndo os dias até àquela gelada manhã de terça-feira em que resolveu oferecer um café a Gabe, o sem-abrigo que costumava sentar-se perto da entrada do seu escritório. À medida que o Natal se aproxima e que Lou vai privando mais de perto com Gabe, a sua perspectiva do tempo vai-se alterando... Emocionante e divertida, esta narrativa onde está sempre presente o espírito de Natal, faz-nos reflectir sobre a importância do tempo e rever as prioridades na nossa própria vida.
Estava tão curiosa com esta autora depois de ter descoberto que era a autora do P.S I Love You, filme que eu adorei e o primeiro livro que li dela tinha de ser logo este...
Só o li até ao fim por pura curiosidade "mórbida", para saber o que raio ia acontecer ao protagonista (que a meu ver não merece nada do que têm, é uma péssima pessoa).
Quem me dera ter começado por um outro tipo de romance dela, mas foi este o que surgiu para ler primeiro.
Mesmo assim, se até com uma história que não apreciei a autora conseguiu prender-me até ao fim, só dá para ver que é uma excelente escritora e estou ansiosa por ler outros livros (normais) dela.

Eu sou uma pessoa muito realista e algo "fria", não aprecio qualquer tipo de fantasia, suspense ou mistério. Sou muito esquisita no que toca a gostar desses géneros.
Considero esta história como se fosse uma espécie de "Conto", possivelmente inspirado de alguma forma no "A Christmas Carol - Os Fantasmas de Scrooge", estão a ver? Ao ler fazia-me lembrar constantemente esse conto, só que e eu entrei neste livro convicta de que ia ler um romance com pés e cabeça, o que não é o caso.

Sinceramente agarrou-me a história em si, estava sempre ansiosa por saber no que aquilo tudo ia dar, o que ia acontecer a seguir, mas não considerei uma leitura que possa dizer, de forma alguma "Adorei do principio ao fim!"... Certas partes até foram bastante aborrecidas...
Larguei o livro várias vezes e muitas vezes durante a leitura dei por mim impaciente para que a história acabasse de uma vez.
Irritou-me muito que Lou não aprendesse com os erros e cheguei mesmo a odiar profundamente o Lou e odiei até ao final.

Não foi um livro horrível, nada disso, acho que para muita gente vai ser especial e até ensinar alguma coisa, como por exemplo o valor do tempo. O tempo ninguém compra, ninguém para, ninguém recupera. O tempo perdido está perdido. A história foca-se muito nisso. Aproveitar o que temos e aproveitar o tempo. Dar valor ao tempo e às coisas boas que temos. Ter cuidado com as nossas escolhas.

O final não foi nada que eu já não tivesse previsto, mesmo assim a autora conseguiu dar um toque de "magia" ao final e a algumas partes da história, foram pouquíssimas as coisas que eu não estivesse à espera, foi um livro bastante previsível, mas algumas surpresas estavam lá algumas. Confusas, mas estavam lá.

Resumindo, um livro para amantes de contos, lições de vida e de moral e de historias passadas durante a época natalícia.
Excerto do livro aqui.

Sem comentários:

Enviar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑