[Apresentação] Alfarroba Editora


A Alfarroba é um projeto que nasceu de um sonho. O sonho de concretizar sonhos em forma de letras. Autores nacionais e internacionais encontram na Alfarroba um espaço para editar e crescer. Novos e habituados leitores descobrem na Alfarroba ofertas de qualidade literária com edições cuidadas. Com uma forte aposta na língua portuguesa, a Alfarroba procura dar novos rumos às palavras.
Alfarroba. Vagem da Alfarrobeira. Caracteriza-se pelo seu sabor doce e cor escura. Da Alfarroba fazem-se inúmeros doces e sobremesas como bolachas, tartes e gelados, sendo por vezes utilizada como um substituto saudável do chocolate, devido ao seu baixo teor de gordura, por comparação com o cacau.
A Alfarroba Edições é o núcleo principal de atividade da Alfarroba, publicando títulos de autores nacionais e estrangeiros, iniciados e consagrados.
Editamos desde romances a poesia, passando por contos, crónicas, biografia, fotografia, literatura infantil e juvenil, música, livros técnicos, ensaios, novela, prosa poética, viagens, entre outros.
Aliamos uma escolha criteriosa de autores e obras a um acompanhamento permanente de todo o processo de edição, fortalecendo a relação editor/autor. Juntando estes fatores à distribuição e ao cuidado gráfico e comercial aplicado à capa de cada obra, tudo culmina num tratamento do livro como objeto único.

Algumas obras da editora:

Nunca serei velho - um elogio à velhice
de Ilídio Carreira
1ª Edição: Março 2014
Editor: Alfarroba
Coleção: Romance
ISBN: 978-989-8455-94-9
Formato: 21 x 14 cm
Páginas: 478

Sinopse
«Nunca serei velho» é uma narrativa sobre gerações, trespassada por instantes e momentos do quotidiano da porta ao lado.
Para ler de mãos dadas a duas gerações separadas por um comboio de anos, mas tão próximas de vontades.


Amor na Guerra

de Daniel Costa
1ª Edição: Novembro.2010
Editor: Alfarroba
Coleção: Crónica
ISBN: 978-989-8455-04-8
Formato: 21 x 14 cm
Páginas: 104

Sinopse
Com a chegada de oficiais de Cavalaria ao Regimento em Estremoz, em Agosto de 1961, sob o comando do então Tenente-Coronel Spínola, formando o Batalhão 345, onde Daniel Costa foi incorporado, este ficou com a certeza da sua mobilização para a Guerra do Ultramar. 
Logo aí o autor decidiu anotar diariamente todas as incidências. 
Depois de algum tempo a pertencer àquele batalhão, no Esquadrão 297 avançou,  adido, para o quartel de Faro, onde ficaria a aguardar embarque. 
A 11 de Janeiro de 1962, partindo já de Faro, o 297 foi juntar-se, no cais da Rocha Conde de Óbidos, ao Batalhão 350, comandado pelo franzino Tenente-Coronel  Costa Gomes. Ali embarcou para Angola. 
Sempre o diário foi acarinhado. Apesar do autor ter sido jornalista e editor de uma revista mensal durante 30 anos, nunca tinha havido tempo para concretizar a compilação e edição do diário.

Hiroki
de Paula Ruivo
1ª Edição: Setembro 2014
Editor: Alfarroba
Coleção: Infantil
ISBN: 978-989-8745-10-1
Formato: 21 x 21 cm
Páginas: 24

Sinopse
Hiroki é um peixe que adora rir, principalmente das inúmeras malandrices que faz a outros peixes. Como ele costuma dizer: «Vamos encher a barriga de riso.»

Sem comentários:

Enviar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑