[Opinião] Menina Rica, Menina Pobre | Joanna Rees


Sinopse
Thea e Romy são duas lindas bebés cujo futuro é ditado por uma moeda atirada ao ar. Separadas e vendidas na calada da noite, os seus destinos não podiam ser mais diferentes. Thea é enviada para os Estados Unidos, onde a espera uma vida de privilégio e luxo. Romy é internada num violento e degradado orfanato na Alemanha de Leste. Embora vivam em continentes diferentes, os seus caminhos vão cruzar-se ao longo dos anos, sem que nenhuma conheça a identidade da outra. Mas os seus mundos acabarão por colidir um dia. Face a uma tragédia iminente, com tudo o que lhes é mais querido em jogo, elas têm apenas duas opções: destruírem-se mutuamente ou unirem-se, arriscando as próprias vidas, para descobrir a chocante verdade sobre o seu passado.Das vielas decadentes de Londres aos arranha-céus de Nova Iorque, das montanhas geladas da Europa de Leste às exuberantes praias das Caraíbas, duas mulheres unidas pelo poder invisível dos laços de sangue constroem as suas vidas numa luta permanente contra a arbitrariedade do acaso.
Este foi um daqueles livros que eu não conseguia largar nem por nada no mundo, obcecou-me, completamente.
Tanto que na altura em que o li andava a tirar um curso, e passava os intervalos na sala a ler, e aconteceu uma vez a aula começar e eu estava tão absorvida no livro que nem dei contra, até a prof parar a aula toda para me chamar a atenção. E mesmo assim... Eu que não sou pessoa que gosta de ser chamada a atenção, tive mesmo para me levantar e ir embora para casa só para continuar a ler... Mas resisti... Com muita força de vontade! Afinal... Já não tenho os meus 16 anos para fazer essas coisas que eu antes fazia, não é?

Ora bem, o livro... Uffff... E que livro!!! A sério que não sei como vos transmitir o que este livro foi para mim... Alemanha de Leste, duas irmãs, ainda bebés vão ser separadas. Uma vai ser vendida e ter uma boa vida, outra vai para o orfanato. Vidas tão diferentes, no entanto é incrível as voltas e voltas que a vida de uma e de outra vai dar! É um livro completamente arrebatador.

Vemos dois extremos, riqueza e pobreza, no entanto isso não significa nada! Podemos ser miseráveis na riqueza e felizes na pobreza! Lá por se ser rico, não quer dizer que se tenha uma boa vida, pelo contrário, e vemos isso de uma forma bastante traumatizante na vida de Thea. As maiores reviravoltas são mesmo a da vida de Romy. Adorei ambas as personagens, são mulheres fantásticas, mas senti uma afinidade muito maior com Romy.
É um livro fascinante, digo-vos, este é daqueles livros que quando acabamos de ler, até nos damos conta que estamos cansados, parece que andámos a correr ou a reter a respiração sem nos darmos conta, e parece que neste único livro estão centenas de histórias, centenas de vidas! Pois a autora explora a vida das duas irmãs, mas também de quem as rodeia.

E algo fantástico neste livro é o facto de a autora comentar quais as músicas que estão a passar no momento na história, por exemplo, músicas da madona, e são músicas que conhecemos bem, principalmente a geração dos anos 80, então isso faz com que estejamos a viver, a sentir, a presenciar os acontecimentos, é um livro muito realista, sentimos tudo cá dentro como se estivesse a acontecer naquele preciso momento e nós estivéssemos a assistir a tudo!
Pois relata acontecimentos históricos, pessoas reais, empresas reais, basicamente faz-nos acreditar que aconteceu mesmo. Pode não ter sido com estas duas e exactamente da mesma maneira, mas relata fielmente a vida de muitas pessoas que nos rodeiam, coisas que aconteceram mesmo e que ainda acontecem, tais como o tráfego humano, a exploração das mulheres, pessoas a quem a liberdade é roubada, seja física, seja de pensamentos e vontade, perder entes queridos, bem... Tal como já disse, dentro desta história estão centenas de histórias...

Mais uma vez destaco o fascinante que foi acompanhar a vida de Thea e Romy e as reviravoltas mirabolantes das suas vidas. Eu até sonhei com este livro! E sem dúvida que vou voltar a reler esta história, vou tentar ler com mais calma e de uma maneira menos sôfrega.

Excreto do livro aqui.

2 comentários:

  1. Ois

    Bem não posso ficar indiferente a um comentário destes, sugestão anotada tenho que ver se consigo arranjar ;)

    Muito bem e não deixa de ser bem verdade, para se ser feliz não é necessário ser rico :)

    Bjs e boas leituras

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Este foi um livro que me arrebatou completamente, e não é fácil... ;)

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑