[Opinião] A Culpa é das Estrelas | John Green

Sinopse
Apesar do milagre da medicina que fez diminuir o tumor que a atacara há alguns anos, Hazel nunca tinha conhecido outra situação que não a de doente terminal, sendo o capítulo final da sua vida parte integrante do seu diagnóstico. Mas com a chegada repentina ao Grupo de Apoio dos Miúdos com Cancro de uma atraente reviravolta de seu nome Augustus Waters, a história de Hazel vê-se agora prestes a ser completamente reescrita.
PERSPICAZ, ARROJADO, IRREVERENTE E CRU, A Culpa é das Estrelas é a obra mais ambiciosa e comovente que o premiado autor John Green nos apresentou até hoje, explorando de maneira brilhante a aventura divertida, empolgante e trágica que é estar-se vivo e apaixonado.
Só li este livro quando deixou de se tão falando e bem depois de ter saído o filme. Filme esse que depois de ler o livro, também vi. E foi das raras excepções em que gostei mais do filme que do livro.
Esta temática anda muito por ai ultimamente e já li outros livros dentro do mesmo tema, as palavras começadas por "C" e "T" que inspiram medo tanto medo a toda a gente.

É uma história interessante, tenta ser algo original e um pouco envolvente, há certas partes de que até gostei. Mas... não sinto que tenha sido um daqueles livros "para a vida", sabem? Há outros dentro do género que me tocaram bem mais. No entanto, até consigo perceber o porquê de ter havido tanta gente a gostar e a falar dele, pois está escrito de uma forma "querida", "romântica", e como diz na sinopse "perspicaz", só não concordo com a parte do "irreverente", "arrojado" e "cru".

Acho que será um livro mais algo impactante para quem nunca leu (ou viveu) histórias muito dramáticas ou com realidades puras e cruas da vida. Considero que foi uma tentativa romanceada de explorar o cancro e ensinar pequenas lições de vida para quem ainda não as conhece.

Mesmo assim consegue ter uma vertente algo especial, algo... "unique".
É uma história que posso considerar algo bonita, tenta ensinar algumas lições de vida, mostra o mundo de quem tem de viver com certas "cargas" em cima, doenças terminais, tanto do ponto de vista de quem as vive como de quem gosta da pessoa que as carrega e tem de viver com isso também. Não é fácil para nenhuma das partes. E gostei que na história tenha mostrado ambos os pontos de vida. Dos próprios, dos amigos, da família, dos médicos, ...
Gostei da personalidade da Hazel e do Augustus, lá está uma das partes originais da história, até o nome das personagens é diferente daquilo que estou habituada, no entanto não são personagens inesquecíveis para mim e o que mais gostei mesmo foi o sentido de humor e as piadas.

Tem revelações, algumas cenas inesperadas e até um certo sentido de humor, por vezes algo irónico, que foi basicamente mais o que me prendeu mais à história, pois se não fosse essa vertente provavelmente teria desistido da leitura.

12 comentários:

  1. Também já li esse livro e também gostei muito. Gosto da forma como comenta os livros e do seu toque pessoal. Continue a escrever!!!!

    ResponderEliminar
  2. Tenho alguma curiosidade quanto a este livro pois, tal como tu, quando existe um grande falatório sobre um livro não gosto logo de o ler. Prefiro esperar que acalme e depois leio. Um dia destes tenho de ver se o agarro.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. És uma querida! Por este andar, vamos ter de alugar uma carrinha (das grandes) para me trazerem os livros que tens de me emprestar! :p

      Eliminar
    2. Se soubesses a quantidade de livros que tenho em Braga, e dos bons, dos raros, os da minha infância, adolescência,da minha vida, e que estão no sótão e acho que já não devem ter salvação o que me parte o coração.... :'(

      Eliminar
    3. Vamos lá busca-los! Se há coisa que me parte o coração é saber de livros a morrer ou ao abandono!

      Eliminar
    4. Arranja-me quem me leve e me traga que eu vou já, que me imaginas o peso que tem sido nos meus ombros e coração saber que eles estão lá abandonados, fechados em caixas e provavelmente já não têm salvação.
      E alguns sao livros de estudo, caríssimos, únicos, raros....
      E outros que eu estimava muito....

      Eliminar
    5. Se estivesse um pouco melhor de finanças bem que combinávamos isso e íamos lá buscar os teus livros :(

      Eliminar
    6. Quem sabe em breve... Nem imaginas os tesouros que lá tenho....

      Eliminar
  3. Olá
    Também já li este livro e apesar de gostar ficou aquém das minhas expetativas, depois de todo o zum zum estava à espera de um pouco mais, Mas pronto, foi uma boa leitura :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. De facto é mesmo isso. Acho que, para quem nunca leu nada do género (e eu já li uns bons quantos) ai sim, vem o factor "Uau que emocionante!"
      Fora isso... .:/ hum... Leu-se.
      Mas o filme até se vê bem...

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑