[Opinião] Gladiator | O Gladiador


Filme vencedor de 5 Óscares em 2001, incluindo Melhor Filme e melhor Actor.

Sinopse
Corre o ano de 180 d.C. O general Maximus, depois de muitas vitórias ao serviço do Imperador Marco Aurélio, prepara o seu exército para uma invasão à terra dos bárbaros Germânicos.Após a vitória sobre os bárbaros, o Imperador Marco Aurélio, já velho e ciente de sua morte, quer passar o Comando do Império Romano a Maximus, ao invés de passar a sucessão ao seu filho Commodus.Quando Marco Aurélio dá a notícia ao seu filho, Commodus mata-o e usurpa o trono. A sua primeira ordem como Imperador foi mandar perseguir e aniquilar Maximus e a sua família.Maximus escapa à morte, mas não chega a tempo de salvar o seu filho e a mulher, que foram torturados, queimados e crucificados vivos.Ferido e atordoado, dá por si a ser vendido como escravo. Torna-se gladiador e quando sai do seu estupor, no meio da arena, vê a sua oportunidade de vingança, e de cumprir o último desejo do seu adorado Imperador Marco Aurélio, de não deixar o Império cair nas mãos do seu ambicioso filho.
“E terei a minha vingança, nesta vida ou na próxima.”

De general a escravo, de escravo a gladiador.
Viaja para Roma como um gladiador invencível conhecido como o Espanhol!
Surpreende tudo e todos que o davam como morto, aparecendo como um gladiador implacável e amado pelo povo.
Acaba por lutar contra Commodus na arena, ganha e... morre.
Com o dever cumprido, liberta assim Roma da tirania de Commodus.

Russell Crowe é um dos meus actores preferidos, e este filme é um dos que nunca esquecerei e está na lista dos que vão ser sempre para rever.
Para mim, que é muito raro chorar, é quase impossível não o fazer na parte final, com aquela música, o Maximus a passar as mãos pelo campo de trigo, regressando... As ultimas falas dele, a honra que toda a gente lhe presta, quando pegam nele, tudo... É um filme brutal, histórico, carregado de acção, drama, acontecimentos, reviravoltas, bondade, maldade, ignorância, inteligência, coragem, bravura,  guerras, escravidão... Tudo... Este filme tem tudo o que aconteceu neste tempo, nesta história. Nestas vidas...
Quem nunca viu este filme? Quem o conseguiu ver sem se emocionar? Quem consegue resistir de vez em quando a revê-lo? Quem terá coragem de dizer que não é um dos melhores filmes de sempre?
Quem nunca o viu, em parte, tem muita sorte, pois poderá viver a sensação incrível que é ver o filme pela primeira vez.
Quem já o viu, à muito tempo outra vez e quiser rever, vai reparar em coisas que da primeira vez não reparou..

Já li algures que a história, apesar de verídica, não se passou tal e qual o filme conta. Mas isso acontece com todos os filmes. Tanto que a maior parte dos filmes diz mesmo "inspirado em", é um filme, uma recriação, não um documentário. Mas o essencial, a história, o que aconteceu, as personagens, as falas, está lá. Aconteceu. Maximus existiu. Viveu. Sofreu. Lutou. Morreu.


Trailer

A personagem é uma inspiração, não imagino outro senão Russell Crowe no papel de Maximus.

A Banda Sonora de Hans Zimmer, com a maravilhosa voz de Lisa Gerrard.
A comovente música final: Now We Are Free, ficará para sempre na minha memória, o valor da honra, da força, da lealdade, da justiça… do regresso a casa.


Frases marcantes de Maximus:
  • "O que fazemos em vida ecoa por toda a eternidade!"
  • "Ao meu sinal, mostra-lhes o inferno..." 
  • "O meu nome é Maximus Decimus Meridius, comandante dos exércitos do norte, general das Legiões Felix… servo leal do verdadeiro Imperador, Marcus Aurelius. Pai de um filho assassinado, marido de uma esposa assassinada. E terei a minha vingança, nesta vida ou na próxima."
  • "Conheci um homem que disse uma vez que a morte sorri a todos nós. Tudo que podemos fazer é sorrir de volta..."

8 comentários:

  1. Adoro! Não sou uma grande fã de Russell Crowe, mas este filme é a sua grande interpretação e já é um clássico do cinema.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não és grande fã do Russell Crowe?!!!
      Ah, eu vou opinar os melhores filmes que já vi com ele e vais mudar logo de ideias!! :O
      Só o próprio Russell já vale a pena ver, sem ser em filme!!

      Eliminar
    2. Não partilho muito dessa opinião final, mas não podemos gostar todos do mesmo! ;)
      Fico à espera de mais filmes dele então, que assim de repente não me lembro de mais nenhum que tenha gostado...

      Eliminar
    3. Às vezes uma pessoa não gosta e não gosta e pronto, mesmo que o mundo inteiro goste.
      Sinto-me assim com uns quantos (Brad Pitt, Tom Cruise,....), mas vamos ver sendo eu como sou e "desenterrando" coisas que quase ninguém conhece, filmes incriveis pouco falados se te faço mudar de ideias...
      E diz lá que ele não é um homenzarrão de "uma noite com..."???

      Eliminar
    4. Conheço esse conceito do não gostar e pronto, mas não se aplica ao Russell. Só não o acho particularmente talentoso e não faz assim muito o meu género.
      Já está na lista de espera! Sabes que estou sempre receptiva a sugestões ;)

      Eliminar
    5. [...] Não o acho muito talentoso.... [...] :O
      Ah, vais mudar de opinião vais....

      Eliminar
  2. Adoro este filme, e a banda sonora ainda mais. É daqueles para ver e rever!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Não me dás razão relativamente ao Russell Crowe também ser digno de ver e rever? ;)

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑