[Iniciativa] Vamos oferecer uma Prenda de Natal à nossa Biblioteca?


As bibliotecas, todas elas, diferentes tipos (municipais, casas da cultura, prisionais, escolares, hospitais, etc, etc) todas elas na grande maioria das pessoas já foram úteis de alguma forma alguma vez na vida.

Normalmente, oferecemos uma prenda de natal às pessoas que nos são mais chegadas., certo? Eu chego a oferecer prendas inclusive aos meus animais de estimação. Se eu vou abrir prendas, eles também vão!
No entanto, quem se lembra de oferecer uma prenda à sua biblioteca, em especial se a biblioteca já foi útil ou o é sempre, se é um espaço que frequentamos com assiduidade, que está lá sempre presente para nós...? Não só com livros, mas com cds, dvds, jogos, actividades, Internet... As bibliotecas são como "amigas" que nos emprestam muita coisa, especialmente conforto. Seja no próprio espaço ou no refugio da leitura ou outras actividades...
Então e que tal oferecermos neste Natal uma prenda à nossa amiga biblioteca?
Neste último mês, como vos irei contar em breve após terminar de escrever essas publicações, visitei algumas bibliotecas além da "minha", aquela que está na cidade onde vivo actualmente. E fiz as minhas respectivas doações.

Esta quinta-feira que passou, fui à minha biblioteca, devolver uns livros que tinha requisitado e aproveitei para fazer mais uma doação.


Devido ao passatempo que decorreu aqui no blog com o livro "A Espia do Oriente", de Nuno Nepomuceno e nos comentários deixados ao autor vi que muitíssimas pessoas ainda não tiveram oportunidade de ler nenhum livro deste autor. Eu, tendo dois exemplares do primeiro livro escolhi ir por isso doar um desses exemplares à minha biblioteca e desta forma dar oportunidade à comunidade da minha cidade adoptiva de poder desfrutar de pelo menos um dos livros dele e logo o primeiro, para poderem depois, caso queiram adquirir a continuação ou a própria biblioteca se houver pedidos para tal os adquirir poderem ler de forma seguida e na ordem correta. A minha biblioteca não tinha nem um único exemplar de nenhum livro de Nuno Nepomuceno. Escolhi ficar com a primeira edição, em que a capa é diferente e doar a edição que saiu depois, mas é assim que eu gosto. Gosto sempre de ficar com os exemplares que foram os primeiros a chegarem-me à mão, como tudo começou.
Além de que esta se vai destacar logo, por ser um livro tão falado e tenho a certeza de que vai ser logo requisitado, algo que irei passado uns meses perguntar a frequência com que tem sido requisitado e o feedback dos leitores :)


Agora os utilizadores da minha biblioteca vão poder desfrutar deste autor que não constava nas prateleiras da Biblioteca Afonso Lopes Vieira.

Fui também visitar, à umas semanas atrás, a Biblioteca de Pataias, (uma biblioteca de freguesia) onde fiz a minha doação:


Pouco depois fui visitar também a Biblioteca de Figueiró dos Vinhos, onde fiz a minha doação:


Antes de visitar essas duas, tinha ido à minha biblioteca fazer esta doação, durante uma visita à biblioteca com os criadores da My Own Portugal (irei contar a experiência em breve):


Como podem ver, podemos doar não só livros às bibliotecas, mas também cds, dvds, jogos de consolas e computadores, etc etc. E não estamos limitados a fazer doações à biblioteca da nossa residência, podemos doar seja a que biblioteca for que os aceite. Estou a juntar livros (e valor monetário para o envio por ctt editorial), jogos e revistas para enviar para a biblioteca da Casa da Cultura - Casa do Povo Santa Cruz da Trapa, e também para outras bibliotecas que eu frequentei nos meus tempos de escola, na linha de Sintra e até para o Estabelecimento Prisional de Tires.

Tudo o que tenho doado vejo no catálogo online da biblioteca ou ligo para a mesma e vejo/pergunto se já têm algum exemplar daqueles. Se já tiverem, guardo para uma que não tenha, se não tiver sigo com a doação. Estas minhas últimas doações deste último mês nenhuma das bibliotecas tinha nenhum exemplar dos que doei, fosse livro ou filme ou jogo ou o que fosse.

E não, para doarmos não precisam de ser coisas novas, têm simplesmente de estar bem estimadas. Temos de ter consciência de que o que formos doar, por exemplo, um livro, vai viver montes de aventuras, passar por muitas mãos, viajar, visitar as casas das pessoas, os seus estilos de vida e ser a sua companhia nesses dias... É  quase "mágico".

No entanto, há certas pessoas que entram na biblioteca, com livros já com as folhas e capa quase a cair, todos, rasgados, sujos e especialmente muito antigos, velhos e dizem a fatídica frase que entristece sempre a bibliotecária ou técnica que os vai receber: "Estive a fazer uma limpeza ao sótão e....". Bem, a mim apetece-me completar a frase com: "... vim despejar este lixo que não quero nem ninguém que eu conheço queira aqui."

Como uma imagem vale mais de mil palavras, vou deixar-vos uma foto que tirei da caixa solidária dos ctt:


Não faz mal o livro ou jogo ou cd ou seja o que for já ter uns anos, se bem que sabemos que as pessoas gostam muito das novidades, mas para quem nada tem até o "novo antigo" é bom. Há incontáveis livros e filmes com vários anos que são excelentes para quem nunca leu poder ler e até ler e reler, ver e rever. O problema é o estado deles!
Por isso lamento que certas pessoas pensem que as bibliotecas são "depósitos", em que ficam com a consciência menos pesada em "despejar" os livros já acabados numa biblioteca e não no lixo ou reciclagem, que é o que nesses casos vai acabar por acontecer na biblioteca, terem de ir para abate, mas com a agravante de que ao fazermos uma doação passa a ser parte do Fundo Documental da biblioteca/município/instituição. E tudo o que venha a acontecer de seguida a esses livros tem de ser justificado. Por isso têm de dar processo de entrada, de avaliação, há bibliotecas que têm espaços e equipas de restauro de livros, outras não e muitas vezes para depois disso tudo o livro não ter salvação ter de se abrir um processo de abate e ir para abate.
Ou então que pensem "É melhor do que nada!" Mais uma vez, nesses casos, peço para lerem a frase na foto acima.

Há no entanto bibliotecas, como a de Figueiró dos Vinhos, que faz ARTE com livros que já não estão aptos para serem requisitados:



É uma questão de antes de levarem livros que têm noção não estarem em condições para serem manuseados por vários utilizadores da biblioteca, se a mesma os aceita para outros fins ou então questionar pessoas amigas e conhecidas artesãs ou mesmo procurarem na Internet (se bem que em breve irei fazer uma publicação com várias ideias do que podemos fazer com livros que já não estão em condições para serem lidos, como é o exemplo de criar arte). 

Com isto tudo venho aqui propor esta ideia: Eu já tenho mais uns quantos livros de parte que consegui, trocando coisas minhas (roupas, artigos para a casa, etc) por livros para bibliotecas. No meu caso, que faço várias doações por ano é algo corrente, mas é incrível a quantidade de pessoas que não fazem a mínima ideia que se pode doar livros, jogos, cds, dvds, revistas etc às bibliotecas!
Por isso, vamos espalhar a palavra, entre amigos, família, conhecidos e quem poder oferecer uma prenda à sua biblioteca?
Seja um livro (não só em Português, as bibliotecas aceitam em todas as línguas), um cd de música, um dvd de filme, documentário, desenhos animados, jogos para computador ou consolas, itens para enriquecer  o Fundo Documental das nossas bibliotecas e a vida de quem as frequenta?
E sabem o que é o melhor? A nossa prenda para a biblioteca não será apenas uma prenda para uma pessoa, mas será uma prenda para todos os utilizadores da mesma... UMA prenda para MUITOS!
Eu irei ainda mais longe e vou mesmo embrulhar em papel de embrulho os próximos livros que vou doar à minha biblioteca e ver a reacção da(s) funcionária que os for a receber, não sendo apenas mais uma doação, mas mesmo em forma de prenda. E pedir para abrirem à minha frente, se os outros funcionários tiverem disponibilidade para estarem presentes para tal.
Só espero que ninguém de lá leia esta publicação, se não lá se vai a surpresa!! Se bem que era engraçado ver o olhar de "já sei o que ela vem cá fazer", por isso quando lá for, com livros e dvds para doar embrulhados como prendas, venho aqui contar-vos, com direito a fotos, claro, como foi essa minha experiência.

Este ano vou oferecer uma prenda à minha biblioteca. E vocês? ;)


6 comentários:

  1. Olá Liliana, adoro este teu espírito e iniciativa! Posso enviar-te alguns livros para ti e tu distribuirias como achasses melhor? É-me indiferente para que biblioteca seja, desde que sejam doados já fico contente. Tenho cá alguns livros que duvide que vá reler portanto gostaria de fazer uma doação! Tenho tanto em português como em inglês.

    beijinhos!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh Mafi... A sério??? Até fico sem palavras... Claro que aceito! Tenho tantas bibliotecas com quem já falei, ou pessoalmente ou por email ou por telefone que me contaram as suas necessidades e eu estou a fazer de tudo para distribuir o pouco que tenho e vou arranjando entre todas seria uma dádiva e ficar-te-ia tão agradecida do fundo do coração <3

      Eliminar
  2. Parabéns Liliana, devia haver mais pessoas como tu, com bondade no coração!
    Continua e assim que tiver um livro para doar vou mandar-to.
    Beijinhos

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada querida Angelina, pelas palavras e contribuição <3
      Beijinho :*

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Boa tarde LopesCa :)
      Não percebi, fazer um passatempo em que sentido?

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑