[Vamos ser solidários?] Caixas Solidárias CTT - A minha experiência, as minhas doações: « Devemos dar como queremos receber »

Aqui neste post dei-vos a conhecer as fantásticas Caixas Solidárias dos CTT. Em que lá podemos depositar todo o tipo de artigos essenciais para diversas associações já pré-definidas e pronto.
Têm é de levar as coisas aos ctt e lá colocarem dentro das caixas, por motivos óbvios os ctt não deixam levar as caixas para casa. Porque muita gente iria pedir as caixas para lhes dar outro uso e nunca devolveriam a caixa aos ctt com itens para doação.
E assim, indo aos ctt com as nossas doações, pedimos uma caixa, colocamos as nossas doações lá dentro, metamos a cruz na associação para a qual queremos que vá (das que estão assinaladas na caixa com o quadrado ao lado para metermos a cruz) e assim fizemos a nossa boa acção, não vamos ajudar uma, mas sim várias pessoas, vamos fazer a diferença na vida de várias pessoas e muitas vezes, com coisas que já nem sequer precisamos...
Se quiserem enviar a mais de uma associação, peçam outra caixa. Não podem meter mais de uma cruz/associação na caixa. Uma caixa por associação.

Adorei as frases que se encontram nas caixas:



Quantas coisas temos em casa paradas? Guardadas em caixas, sacos, gavetas, na garagem, no sotão, que nunca lhes daremos uso, ou nem sequer chegámos a dar e estão lá estagnadas, por vezes até a estragarem-se (humidade, etc), quando pode fazer a diferença e toda a utilidade na vida de outra pessoa (ou pessoas?).

Por exemplo, eu tinha 3 conchas de sopa. Para quê 3 se só uso uma?
Outro exemplo, tinha roupas em perfeito estado, pouquíssimo uso, que primeiro, por necessidades financeiras tentei vender. Após meses à venda e nada, decidi doar, e fiquei mesmo feliz.
Atoalhados, tolhas, panos de mesa, pijama e roupas de cama usadas. Coisas muito difíceis de vender usados, ou para conseguir vender por uns quantos cêntimos (às vezes literalmente, vemos a venderem essas coisas a 0,50€ ou 1€) nem faz sentido, especialmente se envolver ter de enviar por correio, os portes, embalar, etc o que por vezes acaba até a sair em prejuízo. Mas doando já vai fazer toda a diferença na vida de realmente quem precisa.
Cadernos e blocos que usei apenas umas quantas folhas. Para vender ou oferecer ou até mesmo trocar não é fácil mas para alguém necessitado que vai receber esses itens vai fazer toda a diferença!


Escolhi por agora que decidi, antes de o ano acabar, desfazer-me de TUDO o que tenho estagnado na minha vida. Tudo. Quero realmente começar de novo e deixar no passado o que não vale a pena. Neste post partilho convosco o aspecto "material" dessa minha decisão. Coisas que tenho e estão estagnadas cá em casa, quando podem fazer toda a diferença na vida de outras pessoas. Quero manter apenas o essencial, verdadeiro e indispensável. Por isso estou a dar a volta à casa toda e a juntar TUDO o que tenho estagnado, que não consigo vender, nem trocar (ou não vale a pena), nem sequer para oferecer e vou doar tudo.
Até pares de meias, que eu tinha em estado impecável, raramente as usei e roupa interior raramente ou pouco usados, também doei. Para quem tem algo ou muito não quereria, mas para que não tem nada no mundo vale muito. Não pensem, se tiverem algo em estado aceitável e que aguente uma "segunda vida" que não tem importância. TUDO tem importância se der para dar uso! Não tenham "vergonha" ou "problemas" em doar as coisas usadas! Até alimentos que comprei para experimentar mas não apreciei, doei! Vou dar uns exemplos: tipos de massas e arroz, mel, compotas, azeites, óleos, farinhas, açúcar, bolachas e alimentos assim do género que não se estraguem depois de abertos nem precisem de ser refrigerados após abertura, não deitei fora por não gostar! Embalei tudo bem em película aderente e enviei também. 



Pois o que para mim não apreciei como alimento, para outros pode ser maravilhoso e até a sua refeição do dia. Por isso não tenham "receio" de enviar embalagens de alimentos secos já abertos, desde que no prazo e bem embalados, novamente o perfeitamente aproveitável tudo tem uma segunda vida. Também o faço com alimentos refrigerados, mas é com pessoas amigas. Se compro um alimento novo para experimentar (normalmente é por estar mais barato ou em promoção, e há certas coisas em que realmente - o barato sai caro - ) não desperdiço nem deito fora nada! Meto num saco térmico e dou a pessoas conhecidas. Claro que nas alturas em que passei fome comi de tudo precisamente por isso, por fome. Mas para comer e ficar indisposta, prefiro dar a quem realmente vai dar valor e não desperdiço comida NUNCA. Pois comida para mim é sagrada.

Sacos cama algo usados mas perfeitamente reutilizáveis, frigideiras que substitui por outras, mas que ainda estão em condições, malas e mochilas que deixei de usar, material escolar que alguns nem nunca cheguei a usar, mantas quentinhas agora par ao inverno (se uso sempre as mesmas, tenho de ter outras guardadas e nunca as uso para quê quando fazem tanta falta a outras pessoas?), .... E o melhor disto é podermos doar a várias instituições, cada uma tem uma necessidade especifica e tudo o que eu doei e não dou uso não é só UMA pessoa que vai dar-lhes segunda vida, mas sim VÁRIAS pessoas! Vou fazer a diferença na vida de VÁRIAS pessoas! É uma sensação incrível!


Imaginem. Tenho uma manta, um caderno, uma toalha, uma almofada, umas meias, uma camisola quentinha.... Coisas que tenho guardadas e nunca uso. Meto na caixinha, e depois uma pessoa passa a ter uma manta que tanto precisava, outra um caderno para poder levar para a escola, outra uma toalha, pois não tinha nenhuma ou tinha de partilhar, outra uma almofada que se calhar nunca teve, outra umas meias quentinhas a mais, outra uma camisola, para substituir a rasgada ou em mau estado com que anda... O que eu sozinha tinha guardado sem uso poderá ajudar várias pessoas! Não é fantástico? Agora multipliquem isto se várias pessoas ajudarem com um pouco!

Liguei para umas quantas associações das mencionadas na caixa dos ctt, pois convém, se poderem ligar para a associação que escolherem antes e perguntarem o que realmente necessitam, pois a lista dos ctt além de estar desactualizada, não está completa:


Quando eu tiver disponibilidade irei ligar uma a uma e fazer eu uma lista actualizada das necessidades de cada uma.
Na semana passada, ao ligar para algumas delas, descobri a ADRA, que é uma associação com vários projectos e ajuda várias áreas, desde os refugiados, a adolescentes grávidas, necessitados, etc etc que irei dar a conhecer num post futuro, quando conseguir "entrevistar" a responsável para vos dar a conhecer esta fantástica associação. Adorei falar com a Cármen Maciel, foi muito atenciosa, esclareceu-me todas as minhas dúvidas e tem muito bom coração.

Por isso em vez de repartir como era a minha ideia (e irei fazer de futuro), neste momento quero doar tudo o que tenho "estagnado" a esta associação, que vai distribuir pelos sítios (até outros países) onde tudo faz mais falta.

Numa semana, já enchi seis caixas das grandes. Há dois tamanhos, caixa solidária "normal" e caixa  solidária "grande".



Primeiro envio
Segundo envio
Por pura coincidência fiz ambos os envios a uma quinta-feira. Não que esta informação seja útil, mas apercebi-me disso agora e hei-de ver se as quintas são os dias em que faço mais coisas solidárias, se é um padrão ou pura coincidência =P

E vocês? Já conheciam? Alguma vez doaram algo através das caixinhas solidárias dos ctt? E que tal fazermos um apelo para criarem caixas solidárias para bibliotecas, para podermos doar bibliotecas a várias do país que necessitem mesmo? Isso era muito fixe!

2 comentários:

  1. Eu só fiquei a saber deste projecto através de uma conversa que tivemos sobre o assunto e penso que depois vi uma notícia sobre isto mesmo. Nunca é demais informar as pessoas do quanto podem fazer pelas outras, por quem pouco ou nada tem. Se todos tirassem 5 minutos das suas vidas para pensar em como podem ajudar o próximo, este mundo seria tão melhor!

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Acho que nos tempos antigos (e menos antigos), apesar de haver muita miséria as pessoas eram mais solidárias umas com as outras... Agora o egoísmo atingiu uma escala indescritível e inacreditável... Mas desde que continue a haver pessoas que valham por 10 ou mais, já faz tudo valer a pena e a termos esperança de dias melhoras...

      Eliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑