[Vamos ler um livro? - Opinião] Histórias de um Portugal Assombrado | Vanessa Fidalgo

Sinopse:  Hoje o Palácio Beau Sejour é ocupado pelo Gabinete de Estudos Olisiponenses, da Câmara Municipal de Lisboa, mas noutros tempos foi a residência do Barão da Glória, que ainda hoje por lá anda a arrastar grossos volumes de livros e caixotes de documentos, para desespero dos funcionários, que, dias depois, voltam a encontrá-los no exato local onde haviam procurado. O barão também é culpado, acusam, pelo tilintar das chávenas em cima das mesas e pelo soar das campainhas da quinta de São Domingos de Benfica. No Castelo de Almourol ou no de Bragança, amores incompreendidos deixaram espectros a pairar nas suas torres e ameias. Na Serra de Sintra sobram razões para ter medo, entre casas assombradas e almas que deambulam pelas estradas. No Porto, há espectros a discutir a herança pela calada da noite e apartamentos que, afinal, contra todas as razões lógicas, não estão vazios como aparentam. Em Castro Marim, as mouras ainda andam à solta, e, em Penafiel, os sustos marcam o ritmo dos dias na Quinta da Juncosa, que há séculos foi palco de um crime hediondo. Em Langarinhos, Gouveia, há uma casa inacabada, obra que, por mais que tente, nenhum proprietário consegue finalizar. Falar de fantasmas, casas assombradas e mistérios difíceis de explicar não é tarefa fácil. Há quem fique com pele de galinha, outros não deixam de esboçar um sorriso trocista.

Não posso dizer que seja realmente supersticiosa ou algo do género. Sempre adorei o mundo sobrenatural e até pensei um dia, quando andava no secundário, seguir a área de Parapsicologia, tal fascinada sobre o assunto fui, e ainda sou. No entanto, NUNCA brinquei nem brinco com o assunto, nem me meto em "aventuras" de estar a invocar coisas ou outras asneiras que vemos, por exemplo, nos filmes de terror e fora dos filmes em que sabemos que as pessoas se metem a brincar com o tema. Tenho muito respeito sobre tudo o que envolve estes assuntos. Não digo que acredito ou que não acredito. Simplesmente há certas coisas que é difícil explicar de maneira cientifica, psicológica, ou seja de que maneira for, por isso tenho respeito sobre o assunto, mas não me aventuro dessas maneiras nele.

Já aconteceu umas quantas vezes eu passar por uma casa ou sítio, e dizer ou pensar "aquilo parece que está assombrado" (quantas vezes!), e como eu muita gente, claro. No entanto alguns sítios que eu pensei ou disse isso, por acaso até aparecem neste livro! Assim de repente, lembro-me por exemplo d´A Boca do Inferno, que eu fui visitar com os meus pais umas quantas vezes. Seja por qual motivo for, naquele sítio sente-se uma aura arrepiante...

Uma coisa que aprecio bastante em livros relacionados com Portugal e as suas cidades, é falarem de cidades ou sítios por onde eu já andei, não só conseguir imaginar um sítio, mas neste caso lembrar-me mesmo dele, é uma sensação fantástica. E eu, felizmente, já tive a possibilidade de visitar (e até viver em) cidades de norte a sul de Portugal.

Vivi 14 anos na linha de Sintra, e quem já foi a Sintra sabe bem que cada passo que se dá, pode tropeçar em algo assombrado (quase!)... Sintra é linda, linda, linda!!! Amo Sintra! Mas já foram lá a chover, ou num dia mesmo de muito nevoeiro, em que quase não se vê um palmo à frente? Não é por nada, mas até eu nesses dias em que lá fui me pareceu ouvir e ver certas coisas, quer fosse efeito das condições atmosféricas, com alguma desconfiança à mistura (não fosse dar o caso de andar por ali "algo" perdido), psicologicamente ou não... Eu dessas vezes apressei-me a dar meia volta e ir embora, pelo sim, pelo não, lool.
Ok, confesso. Primeiro explorava um bom bocado, e só quando me começava a sentir mesmo inquieta é que me ia embora.
Uma das cenas mais fixes de Sintra, para mim, é descobrir passagens secretas na Quinta da Regaleira! Adorei andar por lá a ver se as descobria, como foi o caso, de me ter encostado por puro acaso a uma parede de pedra, e quase ter caído para trás, pois ela girava para dentro e dava passagem para o lado de fora (onde apenas - acho eu! - estava um pequeno jardim), andar pelas grutas completamente às escuras, à procura de alguma coisa misteriosa, andar sobre as pedras nos lagos...
Sintra é um lugar lindo e misterioso....

Este livro tem muitas histórias, lendas e até formas de como se vivia em tempos antigos em Portugal. Mas também o que não falta são testemunhos e histórias bem recentes. Especialmente os partilhados pelas pessoas que viveram determinadas situações "assombrosas".

No entanto, não considerei este livro de fácil leitura. É muito descritivo e detalhado, o que me parte é bom, mas por outro lado perco-me um bocado em tanto detalhe e é-me um bocado difícil manter a concentração quando tenho de assimilar tantos pormenores... Por isso foi um livro que fui lendo, aos poucos, um capitulo de cada vez...

Da minha experiência sobre as necessidades das bibliotecas e os públicos alvos de determinados tipos de livros, acho que este livro é indicado para: amantes do sobrenatural, quem estuda ou simplesmente aprecia histórias do nosso Portugal, mas creio que há um público em especial que eu considero que aprecie mais este tipo de histórias, que é o público de mais idade, que gostam de ler. Pois esse público adora livros que são compostos por contos (tal como adoram livros de poesia e pequenos romances), ainda mais contos de que já ouviram falar, e cidades que conhecem e já lá estiveram...

Gostei muito de ler este livro, as histórias, fiquei a conhecer muitas coisas que vai dar assunto para muitas conversas, só foi pena que me custou mesmo um pouco a ler, pois considero que é um livro algo "pesado", cada conto carregado de informação, detalhes, o que faz dele um livro excelente nesse aspecto, só tive pena de não o conseguir ler de modo fluído.

3 comentários:

  1. Adoro essas histórias e fiquei bem curiosa sobre esse livro. Não sendo crente, respeito e sinto muito interesse por esses temas. Vai ficar debaixo de olho! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Já sabes que to empresto ;) Por acaso acho que vais gostar, que faz o teu estilo =P

      Eliminar
  2. Estou muito curiosa com este livro :)
    E, a propósito, também sou de Sintra (ou perto) e tens razão, é absolutamente deslumbrante!!

    ResponderEliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑