[Opinião] A Incrível Viagem de Arthur Pepper | Phaedra Patrick

Repleta de personagens inesquecíveis e episódios memoráveis, A Incrível Viagem de Arthur Pepper é uma história imperdível sobre o despertar para as possibilidades infinitas da vida. 
Arthur Pepper, de 69 anos, leva uma vida simples e rotineira, como quando a sua mulher, Miriam, era viva. Levanta-se às 7h30, rega a sua planta Frederica e vai tratar do jardim. O dia a dia de Arthur corre como deve ser. Sem surpresas. Sem sobressaltos. 
Até que no primeiro aniversário da morte da mulher, tudo muda. Ele encontra no meio dos pertences de Miriam uma pulseira que não se recorda de ter visto antes. Uma pulseira com oito berloques diferentes, cada um mais misterioso do que o outro. Num deles encontra até um número de telefone. 
Intrigado, Arthur resolve telefonar e descobrir a quem pertence aquele número. As revelações que se seguem vão lançá-lo numa jornada surpreendente. De Londres a Paris, cidades que nunca imaginou visitar, Arthur irá fazer novas e fascinantes descobertas não só sobre a sua mulher, mas também sobre si próprio. 
Encantador e comovente, mordaz e cheio de humor, este romance é ideal para leitoras de ficção romântica.

Posso dizer sem reservas que apreciei mesmo a leitura deste livro! Diferente e original das minhas habituais leituras, e tem fortes mensagens sobre aproveitarmos ao máximo a nossa vida, o facto de estarmos vivos, tenhamos a idade que tenhamos. No entanto, quanto mais cedo começarmos a aproveitar e viver todos os detalhes da nossa vida, fazer de tudo e lutar por ter uma vida boa e não perdermos tempo de vida com situações ou pessoas que não valem a pena...
Só temos uma vida....

Arthur é um senhor típico inglês, vive numa zona rural, com a sua vidinha de viúvo, até que decide começar a investigar aquela pulseira com berloques da mulher, pulseira essa que ele nunca a tinha visto usar, e que não faz nada do género da mulher. E porque estaria a pulseira escondida naquele sítio? E porque nunca antes, em quarenta anos de casados ele soube da existência daquela pulseira? Até que ele liga para um número de telefone que está gravado com letras muito pequeninas num dos berloques e nem acredita no que descobre... E em tudo mais o que vai descobrir sobre a vida da mulher!!! 

E ai começa a incrível aventura de Arthur... Que eu adorei! 
Pessoalmente gosto mesmo de lidar com as pessoas de mais idade, adoro as histórias de vida que estão por detrás de casa um deles, e até já me voluntariei para um lar de terceira idade, fazer companhia e ler para os idosos. Já li outros livros deste género, mas não gostei tanto, pois perdem-se mesmo muito em memórias passadas e a história perde um bocado o nexo, no entanto neste livro a história passa-se sempre no presente, no Arthur da actualidade, simplesmente vão-lhe contando e ele vai descobrindo como era a vida da mulher antes de o conhecer e de casar com ele, vida essa que ele não fazia a mínima ideia... 

Descobre locais novos a que nunca foi nem nunca pensou ir na vida, pois nunca foi muito aventureiro, até se ter metido na aventura de descobrir a verdade por detrás da pulseira. Descobre outras pessoas, outras vidas, outras histórias, descobre-se a si mesmo... e a sua vida muda completamente, aos 69 anos... Adorei esta aventura e todas as personagens que fazem parte dela!

Nunca é tarde demais para vivermos a vida!

Leitura super recomendada a fãs de aventura, mistério, alguma comédia e drama à mistura, e de velhotes ingleses simpáticos cheios de genica! ;)

2 comentários:

  1. Gosto tanto de livros com velhotes. Obrigada pela partilha. Vou procurar ler. Gostei muito da opinião :)

    ResponderEliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑