[Vamos ler um livro? - Opinião] Terapia para a Crise | Gabriel de Sousa | Edições Vieira da Silva‎,

«O humorismo alivia-nos das vicissitudes da vida, activando o nosso senso de proporção e revelando-nos que a seriedade exagerada tende ao absurdo» - Charlie Chaplin

Um livro repleto de anedotas. Umas que já são mesmo velhinhas, outras que eu não conhecia e me arrancaram gargalhas.
No entanto, creio que o facto de o livro estar separado por temas, na minha opinião, tornou-se a determinado ponto saturante, pois estar a ler ininterruptamente anedotas de alentejanos, ou de loiras, ou seja do que for torna-se cansativo e até um pouco ofensivo e cliché. Alentejanos, loiras, malucos, ricos, sogras, velhos, etc, etc, etc...
Na minha opinião deveriam de estar todas misturadas.

Também, por exemplo, estar a ler página ante página aquelas piadas tipo "Quantos advogados são preciso para trocar uma lâmpada?" , sempre nesse ritmo de anedota e sempre sobre o mesmo algo até a mim, que sou super fã de livros de anedotas tornou-se cansativo e o que eu fiz foi ir esfolheando o livro e ler aleatoriamente.

Dessa forma consegui desfrutar muito melhor, aprendi anedotas novas, outras relembrei-me e desatei a rir, com as novas ainda me ri mais, e é um bom livro para quem adora anedotas e para convívios em grupo, em que cada um escolhe uma página e escolhe uma anedota para partilhar com o grupo, ou mesmo para nos distrairmos quando estamos sozinhos ou de mau humor.


Sem comentários:

Enviar um comentário

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑