[Opinião] A filha da minha melhor amiga | Dorothy Koomson

SINOPSE
A forte relação de amizade entre Kamryn Matika e Adele Brannon, companheiras desde os tempos de faculdade, é destruída num instante de traição que marcará as suas vidas para sempre.Anos depois desse incidente, Kamryn é uma mulher com uma carreira de sucesso, que vive sem ligações pessoais complexas, protegendo-se de todas as desilusões. Mas eis que, no dia do seu aniversário, Adele a contacta... A amiga de Kamryn está a morrer e implora-lhe que adote a sua filha, Tegan, fruto da sua ilícita relação de uma noite com Nate.Terá ela outra escolha? Será o perdão possível? O que estará Kamryn disposta a fazer pela amiga que lhe partiu o coração?Uma viagem dolorosa e comovente de autoconhecimento, uma leitura de cortar a respiração.O grande bestseller da autora que comoveu Portugal, com mais de 250 000 exemplares vendidos.
O primeiro livro que li de Dorothy Koomson foi A Praia das Pétalas de Rosa, emprestado pela querida Sara do blog "O Encanto das Histórias". Não apreciei por ai além, pelo menos para justificar a quantidade de pessoas que gostam desta autora, mas deu para ficar curiosa por ler mais livros dela.

A semana que passou fui à biblioteca buscar este e mais uma vez se confirma. Ao ler sinto que há muito potencial, mas perde-se muito para o meu gosto em lamechices, cenas previsíveis e as personagens femininas não são tão fortes e independentes como eu gosto. Já vi que a autora gosta de enredos controversos, tal como Jodi Picoult, e se as suas personagens femininas fossem fortes, independentes e resilientes, a sua escrita menos pesada em termos de saturar com a quantidade de reflexões sobre sentimentos, de forma repetitiva, obsessiva e óbvia, e certas falas serem um bocado infantis e desproporcionadas, especialmente quando são da parte de homens, esta autora seria uma mistura de Jodi Picoult e Lesley Pearse, duas das minhas autoras preferidas, e seria brutal!

Mas neste caso e falando apenas por estes dois livros que li dela, ainda deixa muito a desejar para o meu gosto...

Ao ler, tanto fico entusiasmada com o enredo, os acontecimentos, com a história, trama, drama, como de repente dou por mim saturada e a não pegar no livro uns tempos. Depois volto a tentar novamente à espera que se torne melhor e lá vem novamente partes interessantes, mas depois lá está a personagem principal a ser auto-piedosa e lá perco eu o interesse...
Nota-se mesmo que a autora escreve com conhecimento de causa, escreve com o coração, dá para sentir o que as personagens sentem, por isso tem tanto potencial. Mas depois... vai perdendo o ritmo e entrando na previsibilidade e no lamechismo... 

Resumindo, li o livro, em certas partes custou-me mesmo manter-me agarrada à leitura, mas lá voltava à controvérsia e a um bom enredo é o tema é um tema muito interessante, se fosse eu não sei o que faria. A autora mostra talento e potencial, por isso irei tentar novamente ler outro livro dela a ver se descubro um que me fascine como fascina a tantos.


10 comentários:

  1. Vais gostar muito,foi o primeiro que li desta escritora,tenho os livros todos dela :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Espero bem vir a gostar mais, pois noto ali mesmo muito potencial, mas até agora, em dois livros ainda não me consegui render :/

      Eliminar
  2. Posso te sugerir o "Bons sonhos, meu amor"?
    Até ao momento, é o meu favorito desta autora... :p

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Obrigada pela recomendação :D
      Vai já para a wishlist ;)

      Eliminar
  3. Bem este livro, tão bom, tão triste, tão forte

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Na minha opinião, se fosse removido parte da auto-piedade da Kamryn tornando-a uma personagem mais forte e a história estivesse mais bem estruturada e sem boa parte dos rodeios, teria sido muito melhor...

      Eliminar
  4. Adorei este livro :-) Aliás eu adoro Dorothy Koomson <3

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Eu neste momento tenho dois dela ainda por ler, mas ao contrário do que acontece com autoras minhas preferidas, que nem sequer chegam a pousar na estante antes de eu os devorar, esta autora ainda não me "fisgou", ainda falta "algo", mas vou continuar a ler os seus livros pois apesar de tudo a escrita é boa e com drama suficiente para cativar o meu interesse :)

      Eliminar
  5. Mais um livro que está na estante à espera que seja lido!
    ;)

    ResponderEliminar

★ Todos os comentários são muito importantes, são o que dão vida a este blog. Obrigada por comentar e assim fazer parte deste espaço! ★


✉ Para receber a minha resposta, clique ✔ em Notificar-me ☑